Se proteja no WhatsApp

Em tempos de pandemia, os brasileiros encontraram refúgio no mundo virtual. E uma das formas mais utilizadas para diminuir a distância entre amigos e parentes, fazer compras online e manter contatos de trabalho é o WhatsApp. Com a expansão do trabalho em home office, a tecnologia em RH passa pelo uso de diversas ferramentas.

O maior aplicativo de mensagens instantâneas do mundo se transformou numa das melhores ferramentas para manter o contato, mesmo com as medidas de distanciamento. O problema é que apesar de ser bastante seguro, os usuários do aplicativo têm sofrido muitas tentativas de golpes pelo serviço.

Então, além de se garantir na criptografia do WhatsApp, também é necessário se precaver para não ceder dados para pessoas erradas ou acessar links maliciosos. Separamos algumas dicas para se proteger no WhatsApp, confira abaixo:

Não compartilhe o código de ativação do WhatsApp com ninguém!

Quando você instala o WhatsApp no seu smartphone e cria sua conta no serviço, um código de segurança é enviado por SMS para o número utilizado no cadastro. Esse código é muito importante e não deve ser compartilhado com absolutamente ninguém!

Esse código é importantíssimo dentro da ferramenta, já que para concluir a confirmação do seu número no WhatsApp, você precisa utilizar o número. Muitos golpistas acabam conseguindo o código de segurança por conta dos próprios usuários.

Geralmente, os criminosos usam táticas por meio de golpes como o convite para festas, verificação de compras, para receber ou enviar dinheiro e até para colocar crédito no número de celular.

Então, sempre que alguém lhe pedir o código de segurança não passe o número. O código de segurança só pode ser usado para conferir os dados da sua conta, então proteja o código.

Ative a autenticação em duas etapas

O WhatsApp oferece algumas formas de proteção para os usuários. Uma delas é a autenticação em duas etapas. Basicamente, essa proteção existe para evitar que com um simples código, a sua conta do WhatsApp seja clonada por criminosos.

Ao ativar essa proteção, o usuário deve definir um PIN de seis dígitos e adicionar um e-mail. Dessa maneira, caso você perca o acesso ao seu WhatsApp, você terá que digitar o PIN e acessar o e-mail cadastrado para conseguir utilizar o aplicativo em outro aparelho. Assim, um hacker não conseguirá clonar a sua conta com um simples código.

Para ativar a autenticação em duas etapas, você precisa entrar no WhatsApp, clicar nas três bolinhas no canto superior direito da tela. Clique em “Configurações” e depois em “Conta”. Depois disso, clique em “Confirmação em duas etapas” e em “Ativar”. Defina um PIN e um e-mail e pronto, este recurso será ativado em sua conta!

Desconfie de qualquer link ou pedido pelo WhatsApp, pode ser um claro golpe no WhatAspp

Na maioria das vezes, os golpes no WhatsApp acabam se concretizando porque muitas pessoas cedem informações ou realizam ações maldosas sem desconfiar que algo está errado.

Então, uma dica importante é evitar clicar em links desconhecidos, mesmo que ele seja enviado por parentes. Se você recebeu um link com uma promoção muito tentadora ou alguma mensagem sobre algum assunto que você se interesse. Estas são as melhores iscas para aplicar os golpes, focados em roubos de dados pessoais e clonar o WhatsApp das vítimas.

Outro golpe conhecido é quando um amigo ou parente pede dinheiro pelo aplicativo, justificando que está com dívidas ou que tem uma emergência. Quando receber uma solicitação desse tipo, também desconfie!

Nestes casos, há uma grande possibilidade de que a conta do seu amigo ou parente tenha sido clonada e um golpista esteja enviando links para os contatos mais próximos pedindo dinheiro. Então, nestes casos tente confirmar a necessidade da pessoa de outras formas como por telefone, por exemplo.

Cai no Golpe no Whatsapp? Como saber se minha conta foi clonada? E se minha conta foi clonada, o que eu faço?

Se você desconfia que o seu WhatsApp foi clonado, é preciso ficar bem ligado em alguns fatores. O primeiro ponto é verificar se existem mensagens no aplicativo que você não se lembra de ter enviado. Também é importante prestar atenção se existem conversas que constam como lidas, mesmo você não tendo recebido nenhuma notificação no celular.

Estes podem ser sinais de que sua conta foi clonada ou de que você deixou o WhatsApp aberto em algum computador e alguma pessoa deu uma “bisbilhotada” em suas conversas. Se você chegou à conclusão de que seu WhatsApp foi clonado, a dica é colocar a verificação de duas etapas em prática para fazer os criminosos perderem acesso a sua conta.

Isso é importante porque provavelmente esta será uma das primeiras coisas que os golpistas devem tentar. Eles costumam ativar a proteção de duas etapas para dificultar que o verdadeiro dono recupere a conta.

Se não der tempo de ativar a proteção em duas etapas a tempo, você deve avisar a todos os seus contatos sobre a clonagem e recomendar que não respondam mensagens suas no aplicativo.

Além disso, envie um e-mail para o endereço support@whatsapp.com com a frase: “Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta” e inclua o seu número no formato internacional: +55 (código do Brasil), o DDD da sua cidade e o seu número de celular. Assim, dentro de alguns dias sua conta será desativada e você pode reativá-la dentro de 30 dias.

Deixe uma resposta

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença: Creative Commons of Attribution - NonCommercial - ShareAlike.